Anuncie Aqui:

Programas que ajudam a recuperar seu Iphone, Macbook, Ipads, etc...




Se você teme que seu computador ou celular possam ser roubados, calma que seus problemas estão com os dias contados...

Existem opções gratuitas e pagas de programas de rastreamento que podem lhe ajudar.

Esses programas tiram fotos com a câmera do dispositivo, fazem printscreen da tela (capituram imagens), geram relatórios de programas abertos e localizam os dispositivos via Google Maps, se eles estiverem conectados à internet.

Joshua Kaufman, um designer de programas e morador da Califórnia, só recuperou seu MacBook roubado de sua casa por causa de um programa do tipo, o Hidden.

Depois de contactar a polícia e não obter retorno sobre o furto, Kaufman criou o Tumblr This Guy Has My MacBook, em que postava fotos do ladrão de seu equipamento assistindo a vídeos do YouTube e dormindo em frente ao Mac.

E deu certo! O designer conseguiu chamar a atenção da internet e de programas de televisão. No primeiro dia deste mês, a polícia usou o e-mail do taxista Muthanna Aldebashi (obtido em uma das capturas de tela) para agendar uma corrida falsa e efetuar a prisão.

O estudante americano Mark Bao, de 18 anos, também recuperou um MacBook Air de maneira parecida. Com um programa chamado BackBlaze, ele conseguiu descobrir a identidade do ladrão ­(que era um colega seu da faculdade).

Bao descobriu no disco rígido um vídeo do bandido dançando de forma desengonçada a música "Make It Rain", do rapper Tyga.

Antes de entregar todo o material para a polícia, Bao resolveu se vingar do ladrão e subiu a coreografia do meliante para o site de compartilhamento de vídeos Vimeo.

Outro rapper e fanático por tecnologia, Will.I.Am, vocalista da banda Black Eyed Peas, recuperou mais de US$ 10 mil em joias, itens pessoais e um iPad com auxílio do aplicativo Find My iPhone, da Apple, instalado no tablet.

A Folha De São Paulo testou o Prey, programa para laptops e desktops com Windows, OS X e Linux.

Veja, abaixo, como foi a experiência dos repórteres Alexandre Orrico e Filipa Sousa com o software.

*

Alexandre - De posse de um notebook com o Prey instalado, procurei um ponto com Wi-Fi gratuito. Depois de passar por um restaurante num shopping, me estabeleci num café na região central de São Paulo e comecei a usar o computador normalmente.

*

Filipa - Saí da redação com o painel de controle do Prey ativo num iPad, pronta para iniciar uma caça ao Alexandre (eu não sabia da sua localização). O itinerário foi traçado pelo Google Maps.
Com a ajuda dos relatórios do aplicativo, que eram enviados de dois em dois minutos, eu conseguia ver na tela quando o "suspeito" se movimentava e quando estava parado.

*

Alexandre - O único indício de que havia um monitoramento em curso era a luz da webcam, que acendia de dois em dois minutos para capturar a minha imagem.
Mas não dava para perceber o programa no gerenciador de tarefas, na barra inferior do Windows ou mesmo na lista de processos abertos.

*

Filipa - Ao mesmo tempo em que recebia a indicação da localização do laptop, obtinha a indicação do melhor trajeto a ser feito até ele.
Quando finalmente cheguei ao local onde o nosso "suspeito" estava, atestei que o programa funcionou corretamente.

*




.:: [ Click Na Imagem Para Ampliar ] ::.

ANTIVÍRUS E FIREWALL PODEM ATRAPALHAR


Os programas de rastreamento têm tantas funções de monitoramento que acabam por levantar preocupações sobre privacidade.

Alguns podem até despertar a atenção de programas antivírus do computador, o que pode ser uma dor de cabeça para quem pretende instalar as aplicações de segurança.

Se isso acontecer, você precisa adicionar uma exceção ao seu programa de antivírus (em alguns casos, é necessário reinstalar o software).

Se você estiver usando o Prey no Mac ou no Linux, deve abrir o terminal e executar o comando "sudo /etc/init.d/cron start".

Outros programas de segurança, como o firewall, podem atrapalhar o funcionamento das ferramentas de monitoramento.

O próprio firewall nativo do Windows 7, se ativado no nível máximo de proteção, pode impedir programas como o Hidden e o Prey de se conectarem à internet, inviabilizando as outras ferramentas, como o acesso à webcam.

Para os programas funcionarem, o computador não pode ser formatado. Para tentar evitar que o ladrão faça isso, uma boa tática é deixar configurada uma conta de convidado sem senha.

Apesar de todas as vantagens, é claro que essas ferramentas de rastreamento podem ser usadas para fins não tão nobres, como vigiar companheiros ou obter fotografias sem o conhecimento do usuário do computador em questão.

Para evitar isso, mantenha sempre um programa antivírus instalado e desconfie de sinais como a luz da webcam acendendo de tempos em tempos.


Márcio Neves/Folhapress
Simone Mozilli, que encontrou seu iPad perdido por meio do serviço Find my iPhone
Simone Mozilli, que encontrou seu iPad perdido por meio do serviço Find my iPhone


AVENTURA

Simone Mozilli, publicitária, recuperou seu iPad com a ajuda do aplicativo Find My iPhone. A aventura começou quando, em sua casa, deu falta do tablet, depois de ter ido a uma agência bancária.

Embora tivesse tido ajuda da polícia, a publicitária recuperou o aparelho sozinha.

Durante a procura por seu iPad, Simone Mozilli foi atualizando o Twitter com as novidades da busca. Em coisasdasimone.com.br/iPad ela conta sua história.


.
← Anterior Proxima → Inicio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar... Sua opinião é muito importante pra nós! Volte sempre e não esqueça de dar um Ctrl + D para salvar o site nos seus favoritos ;)

Translate

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Teste sua Conexão:

Saiba Sua Velocidade Real de Conexão!

Visitantes On Line:

Desde: 17/08/2009: Locations of visitors to this page